quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Guarda tua lingua !

Mandamentos e guarda.




Vemos claramente e reiteradamente, quantas vezes a bíblia citar “Guarda tua língua”. Interessante é que  criamos polêmicas sobre, guardar isto, aquilo, sábado, domingo, feriado., guardar lei. Dia isto dia aquilo.

Mas esquecemos definitivamente do mandamento que diz: Guarda tua língua. O que tem de gente de língua solta fazendo critica sem fundamento, falando de outro e esquecendo de si mesmo, cheio de razão mas,  um poço de nulidade,  - assim vai seguindo o bonde dos perfeitos. Sem mesmo saber o que quer dizer CRITICA. Pensamos que critica é o direito de falar mal de outros. A maravilha de nossa ignorância!

Mas como gostamos do mais fácil, é muito mais simples buscar guardar coisa mais fáceis ante guardar a própria língua. Se não falamos sentimos até falta de ar, coceira insana no pé da língua. Guardar a língua requer uma ativa e constante vigilância. Um constante treinamento e estar atento com a consciência muito bem desperta.

Como é difícil. E não é novidade, muitas vezes vemos a citação...vigiai, vigiai, vigiai, retenha, retenha... Como diz o pensador: "Detestamos nossos maus hábitos! Nos outros" Elanklever

O que temos visto? Fofocas, palavras vãs, língua solta, vanicidade de palavras, nulidades de expressões, murmúrios e ordens vazias. Palavras fúteis e inúteis preenchendo o tempo de desvalores.

Vamos ativar nossa consciência, pedir em oração para que o Espírito Santo nos corrija de imediato quando estamos “vomitando lixo mental, e muitas vezes sobre a vida alheia”. Fora aqueles que dizem. Sou isto, sou aquilo, e não guardam a grande lei: Guarda tua língua!

Desconsiderando totalmente o propósito da seriedade que a responsabilidade de crer nos cobra. O dever de vigiar, estar atento. Isto faz grande diferença quando estamos propostos a nos regenerar, recuperar. Baseado na graça de Deus.

Vamos mudar e seguir a inspiração divina que nos alerta: A minha língua é a pena de um destro escritor- Salmos 45.1b. Não podemos permitir  ser a mesma um instrumento cirúrgico do mal.

Todo crente conhece as “expressões e instruções de Tiago”, mas sempre as esquece.

Tiago 1:26, Tiago3:5, Salmos 39:1, Prov. 10:31,Jr. 9:8. Enfim, há muitos textos e passagens bíblicas que alertam sobre, a tal palavra mal dirigida através da língua. A língua pode ser uma grande benção. Com ela louvamos a Deus, mas também podemos expressar insanidades e desvios de conduta.

Vamos pensar? Como citado na inspiração divina. A minha língua é a "PENA DE UM DESTRO ESCRITOR". Salmos 45:1b.

O livro de Tiago no Capítulo 3, discorre sobre o poder da língua quando usada para o mal.  Por exemplo cita: Tiago 3:8 - Ninguém doma a língua...está cheia de peçonha mortal. Tiago 3:6 - A língua também é um fogo...inflama o curso da natureza e é inflamada pelo inferno.

E o que Jesus falou sobre o poder da língua? Vamos pesquisar ? Apenas uma dica: Lucas 6:41 - Atentas tu no argueiro que está no olho do teu irmão....

Lucas 6:45 - Do bom tesouro...e da abundância do coração a boca fala.

Um bom conselho bíblico: Retém as suas palavras... o homem de entendimento é de precioso espírito. Prov. 17:27.

Como disse o apóstolo tudo me é lícito, mas nem tudo vale a pena.

Então vamos nos esforçar em usar este precioso instrumento fornecido pelo criador, para louvar, agradecer, ensinar, corrigir e calar.

Que Deus abençoe seu CAMINHO.

Elvio A. Arruda
elvioaa200%@gmail.com


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...