sábado, 25 de fevereiro de 2017

Quem ama sua vida poderá perdê-la.....todavia temos que amar o inimigo? Mateus 5:44/João12:25

.

Mateus 5:44 - Eu, porém vos digo: amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelo que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso pai que está nos céus.
.
João 12:25 - Aquele que ama sua vida, a perderá, ao passo que aquele que odeia sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna. 

a) Quem ama sua vida a perderá, e mesmo assim devemos amar até nossos inimigos?


b) Não devo amar minha vida, mas amar até a vida de meus inimigos?


c) Devo amar ao próximo como a mim mesmo? Se não posso amar nem a minha vida?


A Bíblia cita: Devemos discernir, pensar, avaliar. Quando algo parece confuso, não podemos pensar que estamos questionando a Deus, mas estamos buscando o entendimento correto, para que nossa vida não fique enroscada no emaranhado do pouco entendimento. 


Atos 17:11 cita: Os bereanos examinavam todos os dias as Escrituras. O que é examinar? É buscar e encontrar os fundamentos e sentido para o que está escrito.


Infelizmente há muitos frequentadores de Igreja, mas que no fundo ficam enroscados no pouco entendimento, e ao invés de se fortalecer na fé, deixa isto como ferrugem corroendo o espírito. Enquanto a Bíblia cita: Meu povo sofre por falta de entendimento.


1ª Cor. 6:19 - Cita sobre o Templo do Espírito Santo - nosso ser, e aí. Vou odiar onde fica o Templo do Espírito Santo?


Vamos ponderar, e não criar em nós um conflito sem gerenciamento, por não entendermos o aparente contra-senso.


Sei que pode haver muitas explicações, interpretações "exegese"(interpretação que tem objetivo esclarecer um texto ou uma palavra).


Vemos claramente a citação "A vida deste mundo, a vida neste mundo, ao modo do mundo". Como é a vida ao modo do mundo? Sem Deus, sem objetivos, muita nulidade, futilidade, idolatrias irracionais, vaidades insanas, desvios de condutas, razões erradas e outras atitudes mais. Até mesmo boçalidades religiosas, infantilismos, e uso em vão do nome de Jesus.


Infelizmente muito disto vemos até mesmo dentro das Igrejas, ou não? Não estou julgando, estou buscando o discernimento. Desejaria estar errado ao assim pensar, mas...


Como dizia os antigos: Não adianta tapar o sol com a peneira. O espírito do mundo é insano, ingrato, sem mansidão, sem autodomínio e um monte de ensinos demoníacos. Se buscarmos o conhecimento em suas várias fontes, encontraremos uma série de ensinos sobre as virtudes do E. Santo e do Espírito da Carne (do mundo). Se amamos este tipo de vida "do mundo, neste mundo" em que resultará?


Para buscarmos a Deus, como dito "Buscar-me-eis e me achareis", devemos amar muito a Deus, agradecer. Amar muito a si mesmo em gratidão "buscando a graça". Se não nos amarmos não nos respeitarmos, como podemos amar a Deus e ao próximo?


Ficarmos só na palavra que mata, sem atitudes, estacionados, e encostados nos muros da vida, angustiados, ansiosos e depressivos?


Eu não encontrei a fórmula. E sei que milhões não encontraram, porque é uma forma insana e ilógica, inclusive depressiva.


Amar a Deus sobre todas as coisas e a si mesmo para poder amar ao próximo, infelizmente muitos se odeiam. Cheios de conflitos com seu próprio ser: Meu corpo, minha mente, meu coração.


Como amar ao próximo sendo a si mesmo a maior barreira? Como dar água da vida a outros, se estivermos com a botija vazia? Devemos orar muito, muito, em espírito e verdade, como disse o Mestre, não só religiosidade fanática e vazia, mas espírito e vida !!!


Devemos amar-mo-nos e muito, em gratidão a Jesus, valorizar a graça oferecida por Deus, distribuir ao próximo de diversas formas. Ganhar a vida oferecida por Deus e não a vida vivida no Espírito do Mundo, da inveja, ignorância das cousas de Deus. Polir a joia que é o dom da vida !

Resumindo: a nuvem do desconhecimento, do desentendimento, tem feito a mente de muita gente um emaranhado de desinformações, junto ao medo de estar errado, cria angústias, ansiedade, desatenções e desvios. Como alguém poderá crescer como pessoa, não gostando nem de si mesmo?

Amando o próximo como A TI MESMO, e não odiando a si mesmo, como vai dar o que não se tem. Isso gera doenças, mentais inclusive o infantilismo., depressões e outros males.

Há uma citação no Livro - Auto-estima - pág 126:  como é e como se faz - José Vicente Bonet que cita: É bem conhecido o altruísmo neurótico de pessoas "que não querem nada para si, que só vivem para os outros". Cedo ou tarde......

Ore, peça entendimento: A mensagem é para todos, todavia o caminhar é individual.

Reflexão:


Palavras p/pesquisa: Templo, vida, amar, graça, inimigos...
elvioaa2005@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...