sexta-feira, 28 de março de 2014

EM NOME DE JESUS



Ouvimos muita gente dizer: O nome de Jesus tem poder! Em nome de Jesus!
Pedi mas Jesus não fez, como que Jesus teria obrigação em obedecer aqueles que nem servos são. Abusando, denegrindo a imagem de outrem. 

Será que palavras citando este nome realmente tem um mágico poder? Quando Jesus disse em meu nome fareis. Porque então Jesus disse: Nem todo aquele que disser, senhor, senhor (Mat:7:21).

Porque a expressão, Senhor não é mesma coisa que Jesus? Ou há algo mais importante e essencial dentro desta expressão?

Um professor do Curso Teológico, uma vez em aula disse: Este texto para mim é muito preocupante, me faz pensar muito. Imagine, se para ele é preocupante, imagine então para os alunos.

Ao fazer alguma pesquisa sobre tal citação, cheguei a um ponto que julgo interessante, objetivo e proposital.

Sendo claro que não seria apenas eu quem assim pensa, mas torna-se uma consequência natural de pessoas que ponderam, e refletem sobre tal citação, levam e Caminham a sério, dentro da palavra.

Em nome, não significa apenas a palavra, mas sim "No caráter", no poder, no exemplo, no CAMINHO, na forma de ser. É muito comodo dizer apenas em nome.

Você autorizaria alguém sem caráter, sem responsabilidade, sem consideração a sua pessoa, fazer coisas em seu nome? Você daria uma credencial a qualquer um a usar de seu nome? Imagine então, "O Rei dos Reis e  Senhor dos Senhores". Já pensou alguém que você não conhece e nem tenha afinidade, usar seu nome nos momentos que precisa apenas de uma boa referência, ou para se safar de difíceis situações, sem antes ter a menor consideração a "seu nome, sua pessoa". Ainda que pela bondade imerecida, pela graça. ELE nos dá tempo para se corrigir e nos aceitar.


Ou tal pessoa poderá bem estar pensando. Uso o nome dele consciente que estou fazendo algo errado, e bem possivelmente o denegrindo e roubando, apossando-se de valores que não são a mim outorgados.

Atos 19.15, nos oferece a citação: Respondendo, porém, o espírito maligno, disse: Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois?

Ao usar o nome de uma autoridade tem que se ter princípios reconhecidos, no minimo ter autorização, como citado "credendial",, caráter, e conhecer o dono do nome. 
Imagine então o nome de Jesus. (EM NOME DE JESUS !!!)


Romanos 15:4 -Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança.


Não permitamos que Jesus nos veja assim: Jeremias 7.11.É pois esta casa, que se chama pelo meu nome, uma caverna de salteadores aos vossos olhos? Eis que eu, eu mesmo, vi isto, diz o SENHOR.Pior ainda o povo ainda aprovada tal ato. Leia Jeremias 5 inteiro.


Não podemos ter memória fraca, aquilo que plantar, assim ceifará. Deus perdoa, mas os defeitos de caráter, precisa ser corrigido. Pois se assim não fizermos, seremos incompetentes até para sermos honestos.



adj. e s.m. Que, ou quem salteia; que assalta ou acomete de improviso.
Bandido, ladrão de estrada, bandoleiro, assaltante.


Jesus disse: Eu sou o caminho, não apenas um nome, uma placa !!!


Aplainai O CAMINHO.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...